• R$ 39,90

Descrição da editora

“As redes de pescar palavras são feitas de palavras.” Com alguma licença poética, a sentença de Octavio Paz sobre a natureza ao mesmo tempo fugidia e inescapável da linguagem verbal poderia servir de divisa ao novo livro de Luiz Costa Lima. A ficção e o poema é uma formidável viagem de circum-navegação dos mares da poesia e da filosofia da linguagem, orientada pelos instrumentos da teoria da literatura e da linguística.
Desde os livros publicados no início de sua prolífica carreira de crítico, historiador e professor - é autor de mais de cinquenta volumes, além de muitas dezenas de
artigos, capítulos e textos para a imprensa -, o leitmotiv da mímesis perpassa as reflexões de Costa Lima sobre o “quem” da linguagem literária. Segundo o caminho trilhado em trabalhos anteriores como Vida e mímesis (1995) e Mímesis: desafio ao pensamento (2000), o autor revisita alguns dos principais teóricos da operação mimética: Aristóteles, Freud, Kant, Platão, Heidegger, Benjamin, Derrida. A partir das questões suscitadas nos diálogos com esses gigantes, Costa Lima se volta para a poesia moderna e sua prospecção dos cambiantes limites entre realidade e representação. No final do percurso, certeiras leituras de poemas de Antonio Machado, W. H. Auden, Paul Celan e Sebastião Uchoa Leite fecham o circuito analítico, indicando novos caminhos para a crítica literária no século XXI.

GÊNERO
Ficção e literatura
LANÇADO
2012
18 Julho
IDIOMA
PT
Português
TAMANHO
456
Páginas
EDITORA
Companhia das Letras
VENDEDOR
Bookwire Brazil Distribuicao de Livros Digitais LTDA.
TAMANHO
2.4
MB

Mais livros de Luiz Costa Lima