Arruda e Guiné Arruda e Guiné

Arruda e Guin‪é‬

Resistência Negra no Brasil Contemporâneo

    • R$ 52,90
    • R$ 52,90

Descrição da editora

Arruda e guiné são plantas com frequência associadas ao continente africano em decorrência de seus usos litúrgicos nas religiões afro-brasileiras, muito embora não sejam nativas da África. Do mesmo modo, os saberes implicados no uso medicinal e mágico-religioso delas não foram transplantados para cá, mas se construíram nas trocas entre ngangas — feiticeiros — negros e pajés, no Brasil. Por isso, os itinerários etno-botânicos dessas plantas nos falam da atualização de um projeto de resistência negra. Se no contexto em que era constitucional dividir pessoas entre senhores e mercadorias, a arruda curou escravizados e a guiné "amansou" senhores, dando contornos de guerra ao massacre ora em curso, hoje, essas plantas atualizam o significado dos saberes tradicionais como ponto de partida do exercício de reinterpretar e imaginar a democracia.

Os textos de Bianca Santana reunidos nesta coletânea — apresentada por Edson Lopes Cardoso — foram escritos no calor dos acontecimentos e informam a respeito de diversos temas que figuraram nos noticiários entre 2017 e 2022. Lidos em conjunto, no entanto, eles oferecem uma chave de leitura do Brasil contemporâneo e convocam a imaginar outros futuros.

Entre os temas urgentes que Santana aborda, a crise sanitária e a gestão da pandemia de Covid-19 são tópicos que se inserem em um projeto político de desestabilização dos valores republicanos. As constantes ameaças às terras dos povos tradicionais retomam os conflitos da questão agrária e das relações raciais no Brasil. Ainda, a disputa em torno da PEC das Domésticas lança luz sobre a falta de letramento político e racial da nossa classe média.

A reunião desses textos potencializa o papel formativo que eles desempenham, e proporciona ao leitor um novo aporte para a percepção

das dinâmicas entre presente e passado, além de criar nexos entre notícia e processos históricos, sociais e políticos.

GÊNERO
Não ficção
LANÇADO
2022
25 de julho
IDIOMA
PT
Português
PÁGINAS
200
EDITORA
Fósforo
VENDEDOR
Bookwire Brazil Distribuicao de Livros Digitais LTDA.
TAMANHO
5,9
MB

Mais livros de Bianca Santana

Continuo preta Continuo preta
2021
Quando me descobri negra Quando me descobri negra
2023
Branquitude Branquitude
2023