• R$ 24,90

Descrição da editora

Ao longo dos séculos, os poetas conquistaram o posto de porta-vozes do sentimento amoroso. Ora contidos, ora exaltados, seus versos desvelaram, endeusaram e amaldiçoaram musas representadas nas mais variadas formas, de acordo com a estética e o universo simbólico de cada época. Por isso, a história da poesia é também a história do desejo, com seus fetiches, interdições e idealizações. Afinal, escrever é desejar. Esta é uma história contada por homens, que vêem na mulher a figura enigmática e ameaçadora do outro a quem se deseja amar, compreender e devorar.
Para Affonso Romano de Sant'Anna, os poemas podem ser encarados como espelhos que refletem homens de diversas épocas, revelando ainda os imaginários eróticos que os alimentaram. Musas distantes e intocáveis, mestiças brejeiras e provocativas, mulheres-estátua, ninfas, noivas-mortas, vampiras, esfinges, sereias, santas e prostitutas aparecem aqui como manifestações simbólicas do desejo masculino.
Suculento fruto de dez anos de pesquisa, O canibalismo amoroso se nutre da teoria psicanalítica - aqui muito bem temperada por saberes e sabores da Antropologia, da Sociologia, da História e da Literatura – para narrar a história do desejo masculino e da representação do feminino à brasileira.

GÊNERO
Ficção e literatura
LANÇADO
2011
21 de dezembro
IDIOMA
PT
Português
TAMANHO
324
Páginas
EDITORA
Rocco Digital
VENDEDOR
DLD Distribuidora de Livros Digitais
TAMANHO
1,3
MB

Mais livros de Affonso Romano de Sant'Anna