• R$ 47,90

Descrição da editora

A atual afasia da linguagem política, a crescente diluição do pensamento político nas certezas inabaláveis nos números da political science, nossa dificuldade em representar a realidade, não derivam apenas das mudanças ocorridas no cenário político internacional nos últimos cem anos. Elas derivam de uma série de dificuldades relativas à própria categoria de "representação" e demais categorias modernas.



A noção de "impolítico" construída neste livro desenha seu sentido a partir do esgotamento das categorias políticas modernas, que se tornaram incapazes de dar voz a perspectivas radicais genuínas. O impolítico é não apenas o oposto do político, mas sobretudo seu limite exterior. Se a forma-Estado contemporânea é ao mesmo tempo 'teologizada' e despolitizada, o impolítico é a borda a partir da qual podemos vislumbrar uma trajetória longe de todas as formas da teologia política e das tendências despolitizantes da modernidade.



Dessa maneira, a perspectiva do "impolítico" não se confunde com uma atitude apolítica ou antipolítica. O impolítico é o político considerado desde sua fronteira exterior. É sua determinação, no sentido em que ele define os "termos": as palavras e seus confins.



O debate proposto aqui subtrai cuidadosamente algumas fronteiras metodológicas artificialmente erigidas entre ciência, teoria e filosofia política, teologia e literatura, através de um recurso maciço a autores decididamente indisciplinares, como Maquiavel, Hobbes, Schmitt, Foucault, Bataille, Arendt, Simone Weil, Canetti, entre outros.



O caminho forjado por essa análise é um verdadeiro desafio para o léxico político moderno, mas ao mesmo tempo uma contribuição à nossa compreensão de suas categorias.

GÊNERO
Não ficção
LANÇADO
2019
29 Março
IDIOMA
PT
Português
TAMANHO
320
Páginas
EDITORA
Autêntica Editora
VENDEDOR
Bookwire Brazil Distribuicao de Livros Digitais LTDA.
TAMANHO
2.7
MB

Mais livros de Roberto Esposito