Descrição da editora

Iracema, uma índia tabajara que vive um amor proibido com o português Martim, é um perfil claro e perene de admirável beleza e esplendor, quase mítica em suas andanças pelas regiões hoje impregnadas pelo seu encanto ficcional. Os conflitos desse encontro, as guerras que o permeiam, os costumes indígenas, a amizade de Martim e Poti, tudo isso está descrito com um lirismo que transporta o leitor ao passado e o mergulha no enlevo dessa narrativa com status de lenda.

GÊNERO
Romance
LANÇADO
2017
15 agosto
IDIOMA
PT
Português
TAMANHO
125
Páginas
EDITORA
Edições Câmara
VENDEDOR
Edicoes Camara
TAMANHO
617.7
KB

Avaliações de clientes

B.K.Marchezepe ,

Clássico

Típica obra romântica indianista. Não vejo motivos para reclamar da linguagem rebuscada. É como assistir a um filme de terror e não gostar porque se assustou. Gostei muito das notas explicativas dos nomes indígenas e da carta argumentativa no final.

Estudante leitor ,

Complexo e Romântico

O livro “Iracema” é, para mim, um livro bastante nacionalista e bem complexo pois mostra grande detalhes de cada situação com o decorrer da história e com palavras de origem indígena bastante curiosa e o encontro de povos, como o branco e o indígena. Ao ler, percebi que sua leitura é um pouco difícil das outras obras literárias que li, bastante uso de metáforas, mas ao mesmo tempo um livro curioso e romântico no qual mostra o caminho de paixão de um casal e o caminho de conflitos entre povos indígenas. Teve um final bastante chocante e inesperável, não foi muito satisfatório para mim.

Renan1497 ,

Grande livro

Apesar da linguagem excessivamente rebuscada, a obra nos transporta para o cenário com uma riqueza de detalhes que causa espanto e admiração.

Mais livros de José de Alencar