• R$ 3,90

Descrição da editora

Neste livro, Aluísio de Azevedo (1857-1913) narra a saga de João Romão para o enriquecimento através da exploração dos trabalhadores, e até mesmo o roubo, a fim de atingir seus objetivos. João Romão é o dono do cortiço, a taberna, e da pedreira. Sua amante, Bertoleza, ajuda de domingo a domingo, trabalhando incansavelmente. Miranda, um comerciante bem estabelecido, cria uma disputa acirrada com João Romão por um pedaço de terra que ele quer comprar para aumentar seu quintal. Após o recebimento de título de Barão de Miranda, João Romão entende que ganhar dinheiro não é o suficiente, você deve também ostentar uma posição social reconhecida, adquirir roupas finas, ir ao teatro, ler romances, ou de participar ativamente na vida social. João Romão se aproxima da família de Miranda pedindo a mão de sua filha em casamento. Há, no entanto, o obstáculo representado por Bertoleza, que, percebendo as manobras de João Romão para se livrar dela, exige seus direitos legais. Para livrar-se de sua amante, que impedem seus planos de desenvolvimento social, João Romão denuncia a seus proprietários como escrava fugida. Em um gesto de desespero, prestes a ser capturada, Bertoleza comete o suicídio, deixando o caminho livre para o casamento de João Romão.

GÊNERO
Romance
LANÇADO
2015
21 fevereiro
IDIOMA
PT
Português
TAMANHO
225
Páginas
EDITORA
Luis Orlindo Tedeschi
VENDEDOR
Luis Orlindo Tedeschi
TAMANHO
18.6
MB

Mais livros de Aluísio de Azevedo