• R$ 3,90

Descrição da editora

O “Crime do Padre Amaro” é o primeiro romance de Eça de Queirós publicado em 1875. Nesse romance, narrado em terceira pessoa, Eça de Queirós em sua fase realista-naturalista, inspirado pelos franceses Gustave Flaubert e Émile Zola, escreveu “O Crime do Padre Amaro” e “O Primo Basilio” para atacar a corrupção do clero e a hipocrisia da média burguesia portuguesa. É uma crítica a corrupção dos padres, que manipulam a população em favor da elite, e a questão do celibato clerical. Amaro torna-se padre por vontade da marquesa de quem sua mãe era criada. Quando enfim se torne padre, ocupa o lugar do falecido padre de Leiria, onde conhece a menina Amélia. Amaro alugara um quarto na casa de Amélia, e começou a participar das reuniões de fim de tarde da casa, tornando-se mais próximo de Amélia e sentindo-se atraído pelos encantos da jovem. Amaro sempre arrumava um jeito de se encontrar com Amélia sem que suscitasse desconfiança. Os encontros acontecem até Amélia ficar grávida. O final do livro é surpreendente.

GÊNERO
Romance
LANÇADO
2015
21 fevereiro
IDIOMA
PT
Português
TAMANHO
399
Páginas
EDITORA
Luis Orlindo Tedeschi
VENDEDOR
Luis Orlindo Tedeschi
TAMANHO
32.2
MB

Mais livros de Eça de Queirós