• R$ 1,90

Descrição da editora

Voltaire foi um prolífico e influente pensador do Iluminismo francês. Famoso pelo estilo sagaz e por seu repúdio a qualquer forma de fanatismo e superstição, ele escreveu dezenas de ensaios, peças de teatro, poemas e ficções.


O filósofo ignorante é uma das obras finais de Voltaire, escrita na última década de sua vida. Nela, o autor faz uma síntese dos principais pontos de sua filosofia, apresentando-os em forma de perguntas (ou “ignorâncias”, como ele as chama).


Voltaire ele tece criticas a sistemas filosóficos antecessores a si, isto é, a René Descartes, Gottfried Wilhelm Leibniz e a Baruch Espinoza.


Em um tom bem-humorado, o livro expressa o pensamento crítico de Voltaire, no qual nos convida a refletir sobre os desdobramentos da razão em diferentes aspectos na natureza humana. Ao mesmo tempo, o Filósofo ignorante propõe uma emancipação do homem, onde ele não se apoie em fundamentos religiosos, mas no próprio exercício da razão, entendendo a ignorância como chave para o conhecimento.


Ao discutir tópicos como o sentido da vida, a liberdade, a moral, a natureza e a justiça, Voltaire procura manter uma postura humilde, sem perder de vista as limitações do conhecimento humano, mas sempre com o espírito crítico e mordaz que contribuíram para que se tornasse um dos pensadores mais populares da modernidade.


Ao longo dos capítulos são levantadas questões sobre a moral, a liberdade do homem, a eternidade, sobre os limites do conhecimento e sobre Deus. No capítulo XXIII, percebe-se a posição deísta de Voltaire que não está relacionada a religiões reveladas, nem em dogmas religiosos de qualquer espécie, mas sim pautada na razão, ou seja, o deísmo/teísmo de Voltaire é marcado pela sua experiência de vida, sem revelação religiosa ou divina, mas pautada no exercício da razão e do “livre pensar”.

GÊNERO
Não ficção
LANÇADO
2020
April 20
IDIOMA
PT
Português
TAMANHO
77
Páginas
EDITORA
Voltaire
VENDEDOR
Carlos Souza
TAMANHO
3.5
MB

Mais livros de Voltaire