Sobre Nietzsche: vontade de chance

Seguido de Memorandum; A risada de Nietzsche; Discussão sobre o pecado; Zaratustra e o encantamento do jogo

    • R$ 57,90
    • R$ 57,90

Descrição da editora

"Nietzsche sonhou com um homem que já não fugiria de um destino trágico, mas que o amaria e o encarnaria de pleno acordo, que não mentiria mais para si mesmo e se elevaria acima da servidão social. […] Entre as ideias de um reacionário fascista ou de outro tipo e as ideias de Nietzsche há mais do que uma diferença: uma incompatibilidade radical."

Georges Bataille



"Desnazificar Nietzsche. Desprussianizá-lo." Eis o que propunha Murilo Mendes em seu retrato-relâmpago do filósofo dionisíaco. Eis o que fazia Georges Bataille, vinte anos antes, ao deslocar o acento da 'vontade de potência' para a 'vontade de chance': vontade de se colocar completamente em jogo, de estar aberto à totalidade dos possíveis, de ser um homem inteiro (nem senhor nem escravo, nem artista nem cientista, nem filósofo nem homem de ação, mas tudo ao mesmo tempo agora). No fundo, o que Bataille extrai da experiência nietzschiana, mais do que de seus conceitos, é uma hipermoral, uma moral do ápice, uma moral da festa, o contrário de uma moral burguesa do declínio.

GÊNERO
Não ficção
LANÇADO
2017
7 de agosto
IDIOMA
PT
Português
PÁGINAS
464
EDITORA
Autêntica Editora
VENDEDOR
Bookwire Brazil Distribuicao de Livros Digitais LTDA.
TAMANHO
3,3
MB

Mais livros de Georges Bataille

2018
2015
2016
2020
2018
2022