• USD 5.99

Descripción de editorial

Fundado em 14 de janeiro de 1933 como remanescente das associações culturais criadas pelo movimento anarquista e anarco-sindicalista nas primeiras décadas do século XX, o Centro de Cultura Social de São Paulo tem por objetivo o aprimoramento intelectual, a prática pedagógica e os debates públicos.



Nesse intuito, organiza palestras, cursos, seminários, filmes, peças teatrais, entre outros, além de manter um acervo de arquivo e biblioteca voltada principalmente para os estudos. Desenvolve formas de ação e formação de militantes e de livres pensadores, tendo sido comum a formação de diversos centros de cultura ou congêneres em meados do século XX.



A obra Pedagogia, sujeitos e resistências é resultado de um seminário promovido pelo Centro de Cultura Social de São Paulo em Junho de 2009 com o propósito de discutir o funcionamento das verdades do poder e dos poderes da verdade que circundam as várias práticas políticas e pedagógicas na contemporaneidade.



Nesse sentido, a obra em questão, como bem apresenta Silvio Gallo, é resultado do esforço intelectual de jovens pesquisadores que transformaram um encontro de estudos em matéria concreta e viva de resistência ao instituído em prol da liberdade de expressão e de criação de novos modos de vida. Esta coletânea de textos apresenta-se extremamente inovadora no que concerne a educação e a pedagogia porque apresenta o funcionamento de micropolíticas cotidianas capazes de mobilização-transformação do mesmo e da mesmidade político, pedagógica e educacional tão correntes nos dias de hoje.



Nildo Avelino - UFPB

GÉNERO
No ficción
PUBLICADO
2015
enero 1
LENGUAJE
PT
Portugués
EXTENSIÓN
131
Páginas
EDITORIAL
Editora Appris
VENDEDOR
Bookwire Brazil Distribuicao de Livros Digitais LTDA.
TAMAÑO
2
MB

Más libros de Gláucia Figueiredo