• 2,99 €

Description de l’éditeur

Te mandei um passarinho, patua miri pupe, pintadinho de amarelo, iporanga ne iaue. Esses versos fazem parte de uma cancao bilingue recolhida por Couto de Magalhaes, no Para, em 1874, quando ainda era cantada por amplos setores da populacao da Amazonia. Trata-se de uma expressao da literatura oral bilingue portugues-nheengatu. Existem outras cancoes como essa, de versos compostos simultaneamente nas duas linguas, que alternam simetricamente o portugues e o nheengatu, tendo a metrica e a rima como parte constitutiva da unidade textual. Couto de Magalhaes concluiu que elas foram produzidas no tempo em que ambas as linguas eram "populares" e conviviam em situacao de bilinguismo relativamente equilibrado, pois -- na expressao dele -- "as duas linguas entram na composicao, com seus vocabulos puros, sem que estes sofram modificacao". (a) Na epoca em que a Amazonia formava uma comunidade bilingue, nao havia necessidade de traduzir para o portugues os versos em nheengatu.

GENRE
Professionnel et technique
SORTIE
2009
1 juillet
LANGUE
ES
Espagnol
LONGUEUR
32
Pages
ÉDITEUR
Universidade Federal do Rio de Janeiro, Faculdade de Letras (UFRJ)
TAILLE
95.4
Ko

Plus de livres par Alea: Estudos Neolatinos