• 4,49 €

Descrição da editora

O POVO QUE TANTO SOFRE, SE ENGANA, MAS SABE RENASCER DE NOVO” O trabalho literário “ Adelaide Carraro no Mundo Cão do Silvio Santos”, mostra o novo processo da escritora Shirley Queiroz. Não era pra menos, se antes ela conseguiu demonstrar toda uma capacidade de grande romancista, o que foi possível com : “ Sala de Aula “, “Unidos na Solidão “ e “ Confissões de uma Pomba Gira”. A ousadia própria de uma mulher baiana e ante tudo negra, fazia com que Shirley Queiroz fizesse de sua arte literária uma tribuna de denuncias populares das mais degradantes. Porem, não perdeu de vista um só momento sequer, o seu profundo senso de ficção, diferenciando-se então, qualquer outra romancista. Este novo processo da escritora, realça uma posição definida de luta contra nuvens de vampiros fantasiados de andorinhas, que vem anunciar o verão tão esperado pelo povo marcado por tristes invernos. É aí que, “Adelaide Carraro no Mundo Cão de Silvio Santos”, torna-se uma excelente pintura viva da tragédia de uma escritora, que Totalmente perseguida pela censura, teve como única opção a tentativa do suicídio, pois os Mecanismo de repressão a condenavam sob qualquer suspeita não apurada. Quando então recuperada, e estimulada por um jornalista a voltar para o trabalho da escrita, o seu enorme talento, arranja um emprego na produção do famoso Silvio Santos, que por sinal, era também seu ídolo .Repleta de felicidade,como quem poderia fazer o seu labor um instrumento de melhor contato com o povo, ou seja o publico da raposa do baú o grande golpe de infelicidade. Ainda com algumas dificuldades para enquadra-se na equipe de produção , por não ter um currículo de mafiosidade, conseguiu, na sua ingenuidade, manter a ilusão de quem vai trabalhar com um grande astro. Shirley Queiroz pincela com muito cuidado e eficiência todos esses momentos, fazendo um suspense genial; onde então a escritora- protagonista do quadro vai se envolvendo com a decepção, por entender que havia adentrado numa fossa em que a própria terra não suportava mais o cheiro, uma perfeita equipe de fezes humanas. Pois é, uma verdadeira denúncia de um mundo cão , onde o diabo se mascara de anjo sagrado e sorridente , cheio de piedade dos sofredores, fazendo meninas se desvirginarem barbaramente: a produção teria que experimentar sexualmente todas as mocinhas que quisessem participar dos conhecidos quadros do programa. Com uma tara monstruosa cujo único objetivo não deixar de sugar o pouco sangue daqueles que vem das periferias da vida, em busca de uma tentativa de se tornar um artista, para recuperar sua perda de status humano. Mais do que isso o livro deixa claro o aval que o senhor Silvio Santos dizia ter do governo e ministros, dando vazão a toda uma corrupção justificada através de atitudes ditas progressista na área da comunicação de massa. É importante deixar claro que”Adelaide Carraro no Mundo Cão do Silvio Santos “ á cada pagina nos coloca frente a uma incansável desmistificação dos racistas oportunistas que a todo custo tentam engabelar as massas populares com o intuito de cercear a capacidade de desenvolvimento e de criatividade a que todos têm direito. O desrespeito humano repetido constantemente no curso do romance jorra com uma tonalidade peculiar do potencial de ficção de Shirley Queiroz , permitindo a esse novo gênero , longe de qualquer escola literária ,ocupar junto aos grandes clássicos da literatura brasileira. A obra constitui pra que entendamos que , o povo que sofre, se engana, mas sabe renascer de novo. CELSO PRUDENTE São Paulo , setembro de l980

GÉNERO
Jovens adultos
LANÇADO
2011
2/Abril
IDIOMA
PT
Português
PÁGINAS
188
EDITORA
Clube de Autores
TAMANHO
1.6
MB

Mais livros de Shirley Queiroz