• 10,99 €

Descrição da editora

9 milhões de leitores estão viciados nos livros de Joël Dicker

Depois do sucesso d'A verdade sobre o caso Harry Quebert e O desaparecimento de Stephanie Mailer, Dicker está de volta com um mistério vertiginoso, o seu romance mais pessoal de sempre

Joël Dicker ambienta no seu país natal o seu romance mais pessoal até hoje. Uma história de amor, intrigas e traições - e uma morte misteriosa por decifrar - com a mestria do autor d'A verdade sobre o caso Harry Quebert.

Numa noite de Dezembro, um cadáver jaz no chão do quarto 622 do Palace de Verbier, um luxuoso hotel nos Alpes suíços. A morte misteriosa ocorre em plena festa anual de um prestigiado banco suíço, nas vésperas da nomeação do seu presidente. A investigação policial nada conclui e a passagem do tempo leva a que o caso seja praticamente esquecido.

Quinze anos mais tarde, o escritor Joël Dicker hospeda-se nesse mesmo hotel para recuperar de um desgosto amoroso e para fazer o luto do seu estimado editor. Ao dar entrada no hotel para o que esperava ser uns dias de tranquilidade e inspiração, não imaginava que acabaria a investigar esse crime do passado. Não o fará sozinho: Scarlett, uma bela mulher hospedada no quarto ao lado do seu, acompanhá-lo-á na resolução do mistério, ao mesmo tempo que vai decifrando a receita para escrever um bom livro.

O que aconteceu naquela noite de Inverno no Palace de Verbier? Que crime terrível teve lugar no quarto 622? E porquê? Estas são as perguntas-chave deste thriller veloz, construído com a habitual mestria de Joël Dicker, que pela primeira vez nos leva ao seu país para narrar uma história surpreendente. Um triângulo amoroso, jogos de poder, traição e inveja - nada falta a esta intriga magnética, em que a verdade é muito diferente do que imaginávamos.

"Um policial intrigante. Pela primeira vez, o escritor entra em cena e ambienta a narração na Suíça onde nasceu. Uma pepita literária a descobrir com urgência. Como nos anteriores romances, o autor agarra-nos logo nas primeiras páginas. Joël Dicker joga com as nossas emoções e cria uma história que nos tira o fôlego até à última página. Graças a este sábio equilíbrio entre mistério e revelações, Joël Dicker entrega mais uma vez um muito bom romance." Cosmopolitan

"Todas as hipóteses, até as mais loucas, são permitidas. A alquimia perfeita de um page turner criada pelo escritor suíço de imaginação transbordante." L'apostrophée

"Uma intriga de várias camadas, construída sobre três planos narrativos, que se encaixam como bonecas russas. (#) À medida que a narrativa avança o mistério adensa-se, o ritmo acelera. E a intriga torna-se palpitante. Assim que o mistério das personagens é revelado, podemos afirmar que Joël Dicker é magistral no seu género. Um sucesso garantido." 24 Heures

"Maisum thriller vertiginoso. Como é o novo Joël Dicker? Como de costume. Uma vez aberto o livro, mergulhamos dentro dele como numa série. Ligações secretas, encontros frustrados, golpes baixos, vidas paralelas# As mentiras explodem como pipocas. O mistério crepita em cada página." The World News

"Romance após romance, Joël Dicker impõe-se como um mestre de ilusionismo." Elle

"Cuidado, fique alerta: o efeito Dicker pode agarrá-lo para sempre."

Susana Santaolalla, El Ojo Crítico

"Fenómeno planetário." Babelia, El País

GÉNERO
Policiais e thrillers
LANÇADO
2020
23/junho
IDIOMA
PT
Português
PÁGINAS
679
EDITORA
Penguin Random House Grupo Editorial Portugal
TAMANHO
1.9
MB

Mais livros de Joël Dicker