Portugal e Marrocos perante a historia e a politica europea

Descrição da editora

Assim foi, que quando ao deslisar da Edade Média D. João I conduziu suas hostes á conquista de Ceuta, levando a guerra á Africa, obedecia ainda áquelle impulso que vinha dictado pelo antagonismo de crenças e resentimento de armas. Não estava ainda de todo extincto aquelle espirito religioso, que quando levado até ao fanatismo, formára o ideal do heroismo cavalheiroso das cruzadas. A guerra aos inimigos da cruz como proseguimento das conquistas operadas sobre o crescente, e que fôra o principio em que se baseára a monarchia fundada em Ourique, estava apenas differida mas não finda. A guerra levada á Africa era pois o proseguimento da conquista sobre terras de mouros, tão justificada d'além, como o fôra nos Algarves d'aquem mar. Era a continuação da pugna, já uma vez encetada, e depois addiada mas ainda não terminada, contra os inimigos da fé.

GÉNERO
História
LANÇADO
1891
1 de janeiro
IDIOMA
PT
Português
PÁGINAS
36
EDITORA
Public Domain
TAMANHO
32,5
KB

Mais livros de Carlos Testa

1891
1891

Outros também compraram

2009
1900
1895
1903
1832
1878