Publisher Description

O soneto era sua forma preferida de composição e com isso provocava a ira dos poetas parnasianos com seu vocabulário inovador; acusavam-no de “manchar” a pedra preciosa da literatura: o soneto. Em seus poemas explorava a decomposição da matéria, a hipocrisia do homem e sua falta de perspectiva de vida; pode-se então perceber que Augusto dos Anjos era um pessimista extremo.

GENRE
Arts & Entertainment
RELEASED
2013
June 29
LANGUAGE
PT
Portuguese
LENGTH
103
Pages
PUBLISHER
Public Domain
SELLER
Public Domain
SIZE
273.2
KB

More Books by Augusto dos Anjos