Poesias Inéditas

Publisher Description

Deatento ao que sou e vejo, Torno-me eles e não eu. Cada meu sonho ou desejo. É do que nasce e não meu. Sou minha própria paisagem, Assisto à minha passagem, Diverso, móbil e só, Não sei sentir-me onde estou. Por isso, alheio, vou lendo Como páginas, meu ser O que segue não prevendo, O que passou a esquecer. Noto à margem do que li O que julguei que senti. Releio e digo: Deus sabe, porque o escreveu.

GENRE
Fiction & Literature
RELEASED
2013
June 27
LANGUAGE
PT
Portuguese
LENGTH
41
Pages
PUBLISHER
Public Domain
SELLER
Public Domain
SIZE
285.1
KB

More Books by Fernando Pessoa

2013
2018
2010
2002
2013
2014

Customers Also Bought

2013
2013
2013
2020
1473
1868