O carnaval da guerra e da gripe

    • 4,0 • 14 avaliações

Descrição da editora

No prólogo de Metrópole à beira-mar, Ruy Castro reconstitui a epidemia de Gripe Espanhola que assolou o Rio de Janeiro em fins de 1918. É uma descrição arrepiante — e que pode nos ensinar muito sobre o momento que vivemos.

"O Brasil não estava preparado para recebê-la. Ninguém estava. No começo, o carioca ainda brincou, mas, quando se descobriu que o número de mortes estava chegando a centenas por dia, viu-se que não havia motivo para rir." 

A partir desta descrição — mais contemporânea do que nunca —, Ruy Castro reconstitui o Rio de Janeiro do início do século XX, assolado em fins de 1918 pela Gripe Espanhola, que contaminou mais da metade da população e matou milhares. Passada a onda de pânico, aqueles que sobreviveram à epidemia saíram às ruas para celebrar, fazendo do Carnaval de 1919 o maior que o Brasil já vira até então. E a festa daria o tom da década que estava por vir. 

Neste prólogo, o leitor tem uma amostra de Metrópole à beira-mar, uma irresistível reconstituição do Rio dos anos 1920. Marcada pelo arrojo e pela vanguarda, a época demonstra como a cidade foi capaz de se reinventar, consolidando-se como sinônimo de modernidade e influenciando o estilo de vida, a cultura e a história de todo o país.

GÊNERO
História
LANÇADO
2020
21 de março
IDIOMA
PT
Português
PÁGINAS
24
EDITORA
Companhia das Letras
VENDEDOR
Bookwire Brazil Distribuicao de Livros Digitais LTDA.
TAMANHO
3
MB

Mais livros de Ruy Castro

2019
2019
2015
2007
2000
2017

Outros clientes também compraram

2014
2018
2017
2013
2014
2019